É tempo de parar

Doeu.
E foi assim que percebemos a falta que faz o “parar”…

Há quanto tempo a pausa traz consigo o sentimento de culpa?

Lembra… houve uma época em que os instantes não eram recheados de “atraso”.
Momentos em que a vida envolvia mais que um seguir de meta em meta…

-Quando não era tão difícil se cobrar menos…-

Quando mudou? Sem perceber, a cultura do “sempre mais” foi invadindo a rotina determinada…

“Tudo demais é veneno” – já nos diziam quando crianças. E ainda assim:
Esquecemos de prestar atenção na dosagem…

(Re)leia a bula.

Lembra que “um passo para trás”, faz parte do processo de ir “dois para frente”.

Tudo bem precisar descansar… ninguém dá conta de tudo o tempo todo.

Alivia as exigências excessivas… (-já deu.)

Entende que antes de qualquer roteiro engessado: é preciso parar de vez em quando.

Descansar. Recarregar… e só então: continuar.

Por: @mariatherezasantiago.

Comentar via Facebook

Compartilhar

Publicações Relacionadas