A importância da revisão

O estudo para concursos não se limita ao aprendizado, é preciso manter na memória o conteúdo estudado. De nada adianta um estudo intenso a fim de vencer as matérias se, no momento da resolução da prova, o estudante se vê com a sensação de já ter visto o conteúdo, contudo sem se recordar dos detalhes necessários para acertar as questões.⠀

O avanço no conteúdo para completar o edital de uma forma rápida e desprovida de revisões traz ao aluno a ilusão de passos largos, a qual se segue de uma decepção em razão da sensação de não fixação do que foi estudado. Nesse momento, muitos desanimam, pensam não se adaptar ao estudo para concursos ou, ainda, decidem mudar de material.⠀

Para evitar que isso aconteça, é preciso aliar ao estudo da teoria, a revisões periódicas e resolução de questões. Justamente por isso fazem sucesso os famigerados “ciclos de estudo”, uma vez que provocam no estudante a sensação de consolidação da matéria em sua memória, pois periodicamente ele entra em contato com os assuntos, que se repetem ao longo do ciclo.⠀

Se você concorda que as revisões são fundamentais na rotina de estudos, mas não sabe como se programar para fazê-las e, ainda, não se adapta a ciclos elaborados por editais esquematizados, não deixe de conferir o post sobre como elaborar seu próprio ciclo de estudos que está no “forno” e será divulgado em breve aqui no feed.⠀

Curtiu? ❤ Envia para aquele amigo concurseiro.⠀

Texto elaborado por Makena Marchesi (Equipe do @canalveritas)⠀

#concursos #concursospúblicos# dicasdeestudo #planejamentodeestudo #pgm #pge #dpe #dpu #agu #procuradoria #defensoria #pgepb #pgmrj

Comentar via Facebook

Compartilhar