Depoimento de Gabriela Fernandes – #estudecomoumagarota

O final de semana tá chegando e vai batendo aquele cansaço, não é? Para te motivar a cumprir as metas, o #estudecomoumagarota traz o depoimento da Defensora Pública @gabicorreialima . Mesmo com pouco tempo de estudo, e com muitas pessoas duvidando, ela teve garra e determinação para passar no concurso dos seus sonhos. Não deixa de conferir abaixo! “Olá pessoal! Me chamo Gabriela e vim compartilhar um pouco da minha trajetória com vocês.

“Iniciei meus estudos para concurso no segundo semestre de 2013, logo após a minha formatura. Depois de pesquisar sobre as diversas carreiras jurídicas, percebi que me identificava com o trabalho da Defensoria Pública e resolvi focar neste concurso. Tive a sorte de poder me dedicar apenas aos estudos.


Cheguei a fazer duas provas naquele mesmo ano (Ministério Público de Pernambuco e Defensoria Pública do Paraná), mas não passei na primeira fase. Nessa época, ainda não tinha um bom ritmo de estudos, estava conhecendo e me adaptando à vida de concurseira (assistia as minhas séries à noite e meus finais de semana ainda significavam descanso e lazer). Mas quando estava estudando há cerca de 10 meses, foi publicado o edital da Defensoria Pública do Estado da Paraíba. Fiquei em choque! Era o concurso que eu queria, no Estado que eu queria; ou seja, era o MEU concurso!

Devido ao pouco tempo de estudo, muitas pessoas próximas duvidaram que eu conseguiria ser aprovada, me diziam para fazer a prova “apenas por experiência”, que depois iam ter outros concursos. Mas não desanimei. Decidi que iria fazer tudo o que estivesse ao meu alcance.

Assim, intensifiquei os meus estudos e criei metas para conseguir cumprir todo o edital. Chegava a estudar mais de 12 horas por dia. Quando o cansaço batia e eu pensava em diminuir o ritmo, lembrava que aquele era o concurso dos meus sonhos; então, seguia em frente.
Fiz a prova objetiva e recebi a notícia: 7º lugar na primeira fase! A partir daí, percebi que era capaz e adquiri ainda mais ânimo para as etapas seguintes. Em 2015 saiu o resultado final, e fui aprovada em 8º lugar. No meio da caminhada também passei em outros concursos (Defensoria Pública do Rio Grande do Sul, Ceará e Rio Grande do Norte). Não existe sensação mais gratificante do que ver que todo o esforço, cansaço e renúncias valeram a pena.

Ainda fui Defensora Pública no Rio Grande do Sul por cerca de 08 meses, até ser nomeada na Defensoria da Paraíba, instituição em que estou há mais de 02 anos, e onde me sinto feliz e realizada!

Não vou dizer que a caminhada foi fácil. Foi muito difícil abrir mão de viagens, festas, praias no verão, e, muitas vezes, até de uma simples saída no fim de semana. Mas desistir nunca foi uma opção, pois tinha convicção de que um dia colheria os frutos do meu esforço.

Essa foi a minha trajetória. Sei que a de ninguém jamais será igual. Cada pessoa tem a sua realidade, cada pessoa tem o seu ritmo e o seu tempo, os seus erros e os seus acertos. Não existe uma fórmula exata para a aprovação. Mas uma coisa é certa: o sucesso só não chega para aqueles que desistem!
Durante o caminho, sempre haverá alguém para nos colocar para baixo, para nos fazer acreditar que estamos sonhando muito alto, para nos fazer fraquejar dizendo o quanto é sofrida a vida de concurseira.
Mas siga em frente. Mesmo que a sua única companhia seja muitas vezes o cansaço e o desânimo, continue lutando, e, principalmente, nunca duvide de si mesma!”

Inspirador? Se achou, então manda para sua amiga que ficaria feliz em conhecer essa história 🙂😍 #concursos #concursopublicos #defensoriapublica #defensoria #dp

Comentar via Facebook

Compartilhar