Erros comuns dos concurseiros – Dica de Estudo

No caminho rumo à aprovação, nos deparamos com pequenas vitórias, crescimento pessoal e intelectual, mas existem também as dificuldades e os muitos erros cometidos nessa caminhada.

Por isso, vamos elencar 3 erros comuns dos concurseiros, apontados por vários aprovados. A nossa intenção é te ajudar a não cometê-los. Vamos nessa?

Erro 1 – Acreditar que é preciso sofrer:

Entrar nessa sintonia de “você é concurseiro, não pode ter folga, tem que estudar de madrugada, tem que se privar da vida” só gera ansiedade, cobrança, tornando tudo mais pesado.

Ter foco e se privar de algumas coisas faz parte, mas não é necessário se maltratar. Antes de concurseiro, você é um ser humano e precisa estar bem consigo, com seu ciclo social, com seu corpo e com sua mente para dar o seu melhor nos estudos. Somos um todo, não adianta cuidar apenas de uma parte.

2 – Não incluir a leitura de lei seca:

Algumas pessoas iniciam os estudos como se fossem se submeter a uma prova da faculdade, estudam por livros e não dão atenção à letra da lei. Para a aprovação em concurso, é ESSENCIAL a leitura da lei seca com constância, tratando-se do conhecimento mais básico que o candidato deve ter, pois ela sempre será cobrada, seja na objetiva, na subjetiva ou ainda na oral.

3 – Fazer provas muito cedo:

Algumas pessoas começam fazer provas logo que iniciam os estudos, o que costuma resultar em reprovações, gastos, insegurança e baixa autoestima. Esperar entrar na fase de revisão pode ser uma boa alternativa, pois você inicia com um desempenho mais satisfatório, consegue aproveitar a experiência para fins de diagnóstico do seu nível, não gasta tanta grana e não coleciona reprovações desnecessárias. Caso você queira fazer provas desde o início dos estudos, tenha em mente: não vale ficar neurado com o resultado antes de você acumular conteúdo. Tais provas são apenas testes. Resolva-as novamente, anote seus erros e use como ferramenta de avaliação do seu desempenho.

Qual sua opinião? Conta pra gente❤

Comentar via Facebook

Compartilhar