Faça a escolha certa – por Kalebe Dionísio

Se formos bem honestos, poderemos afirmar que, não importa o contexto, nós sempre teremos uma opção. Não temos como negar este fato.

O problema é que, na maioria das vezes, é preferível seguir a opção que parece ser a mais simples, pois não queremos buscar o caminho que vai exigir muito de nós.

Se aplicarmos isso para a nossa vida profissional, veremos que buscamos, ainda no começo de nossa vida jovem, um emprego que nos possibilite pagar nossas contas. Isso acontece mesmo quando não moramos sozinhos ainda, pois sempre existe aquela necessidade que consideramos básica, não é mesmo?

Se realmente queremos algo que não somente nos possibilite tranquilidade financeira agora, mas que perdure por toda a nossa vida, sem dúvida nenhuma, devemos considerar a carreira pública. Mas aceitar essa verdade implicará em estar disposto a trilhar persistentemente o caminho dos estudos e é aí que se encontra o ‘x’ da questão.

Vamos pensar juntos: Para alcançar essa tão sonhada estabilidade que nos possibilita uma vida mais tranquila no que se refere à certeza das contas pagas e da estabilidade profissional, automaticamente, temos que aceitar o fato de que será exigido de nós muito mais do que sair e distribuir currículos nas empresas. O que será exigido é o nosso tempo, literalmente, porque o nosso empenho deve ser maior se quisermos algo melhor e duradouro.

É aí que começamos a travar aquela velha e polêmica guerra interior, tendo que responder de forma sensata e inteligente a seguinte questão: “É melhor aproveitar minha juventude, energia e vitalidade para ir conseguindo um dinheirinho aqui e acolá, ou seria mais correto e compensador me empenhar em estudar aplicadamente, com foco e determinação para conseguir minha estabilidade financeira?”

Se sua resposta for como a da maioria dos jovens, certamente a primeira opção vai prevalecer. Mas você deve considerar também que, durante sua juventude, muitas coisas inesperadas podem acontecer e, mesmo que não aconteçam, temos a certeza de que, mais à frente, haverá o cansaço e a sensação de incapacidade para buscar uma estabilidade que proporcione tranquilidade na vida adulta e velhice.

Isso pode nos afastar muito do projeto de aprovação num concurso público. Porém, se por outro lado, decidimos, de maneira sábia, aproveitar nossa idade jovem, coragem, força e disposição para colocar em prática na nossa vida a máxima “primeiro o dever e depois o prazer”. Isso implica que fizemos a escolha certa e ainda corremos o sério risco de alcançar o nosso objetivo ainda jovem. Não é maravilhoso?!

E agora vem o caso daqueles que não estão mais na idade jovem, mas ainda têm o sonho da estabilidade financeira através do concurso público. Afinal de contas, sonho não tem idade!

E para esses, o que realmente importa agora é insistir e fazer reacender esse antigo sonho guardado há tanto tempo e adormecido numa das gavetas de seus projetos não realizados.

A boa notícia é que você ainda pode buscar a realização desse antigo e desejado sonho! A idade não pode e nem deve ser impedimento para algo que trará tranquilidade maior a você mesmo e à sua família.

Talvez você tenha que ser esforçar mais do que os outros, dormir menos horas por dia, abrir mão de períodos de lazer e ser mais estratégico para aproveitar todos os recursos que tem a seu dispor. O seu caminho pode não ser tão fácil, mas certamente ele é possível se você acreditar em si mesmo e agir para realizar seus sonhos.

Não são meras palavras de motivação, mas se você quiser ser aprovado a primeira pessoa que tem que acreditar que pode é você mesmo.

Esteja você inserido no primeiro ou no segundo caso, não deve esmorecer e nem se deixar levar por outros motivos que não seja o de querer conquistar algo de forma honesta e digna, estudando e se dedicando realmente para isso.

Lembrando que o período de estudo e dedicação fará parte apenas da etapa inicial desse sonho e que, depois de tanto esforço, a recompensa será incrivelmente maior e você verá que sempre vale a pena fazer a coisa certa.

O mais importante é não esquecer algo imprescindível: “Uma escolha exige sempre uma renúncia”, já ouviu falar nisso? Pois é, nesse caso a renúncia é provisória, mas a consequência da sua escolha é para sempre!

Sei que você, eu ou qualquer outra pessoa que faça a decisão mais acertada logrará êxito, pois a capacitação nasceu com você, Deus te deu de presente ao nascer. Considerando esse fato, faça a escolha certa… faça valer a pena!


Kalebe Dionísio
Fui Aprovado
www.fuiaprovado.com.br

Faça a escolha certa – por Kalebe Dionísio
Avalie este post

Comentar via Facebook

Compartilhar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *